Os lipídios

07/06/2009 § 8 Comentários

Também chamados de gorduras, os lipídios são formados da união de ácidos graxos e glicerol. Como os polissacarídeos e os dissacarídeos, são macromoléculas e não passam pela membrana do intestino.

Os lipídios são mais que duas vezes mais energéticos que os carboidratos, já que cada grama de lipídios equivale a 9 kcal de energia! Nosso corpo, porém, usa primeiro os carboidratos, já são de mais fácil digestão, depois ele recorre aos lipídios…

Lipídios podem ser obtidos de fontes boas e ruins. Entre as boas estão o óleo vegetal, a manteiga, sementes, ovos, abacate, castanhas, requeijão moreno, queijos de massa amarela e azeite (dentre outros). As fontes ruins são o bacon, a maionese, o toucinho, a carne gorda e frituras (dentre outros).

As principais funções dos lipídios são, como já disse, excelente fonte de energia, auxílio no transporte e absorção de vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K), principal armazém de energia no organismo, função estrutural (formação da membrana lipoprotéica e proteção de diversos órgãos e até nervos), isolante térmico (manutenção da temperatura do corpo), etc.

Um excesso de lipídios pode gerar obesidade, colesterol elevado, complicações cardiovasculares, doenças degenerativas (como a esclerose múltipla), etc.

Já uma falta de lipídios pode ter como consequência dermatite (eczema), uma sensação de frio acentuada, a diminuição na produção de alguns hormônios, o comprometimento no revestimento da célula nervosa (bainhas de mielina) e a diminuição na produção de vitaminas lipossolúveis.

Dentre as alterações metabólicas no processo de envelhecimento o metabolismo de lipídios tem sido apontado como um dos mais suscetíveis. Dados da literatura têm demonstrado um aumento nos níveis de lipoproteínas de baixa densidade (LDL) e muito baixa densidade (VLDL) em idosos. O aumento destas lipoproteínas, principalmente da LDL, pode estar relacionado com a maior incidência de doenças cardiovasculares e aterosclerose.

A atividade física, por sua vez, tem sido utilizada como medida de profilaxia e tratamento para evitar o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Dados da literatura demonstram que existe uma melhora no perfil lipídico de indivíduos que realizam atividades físicas.

O exercício físico é toda atividade física planejada, estruturada e repetitiva, que tem por objetivo a melhoria e a manutenção de um ou mais componentes da aptidão física. O exercício físico é considerado uma subcategoria da atividade física, que implica na realização de movimentos corporais produzidos pelos músculos esqueléticos que levam a um gasto energético, com intensidade, duração e freqüência de movimentos apresentando relação positiva com os índices de aptidão física.

Atividade física é tudo o que envolve movimento físico, podendo ser expresso sob a forma de ginástica, dança, jogos, recreação, entre outros, o que nos faz relacionar uns com os outros de forma física.

A atividade física é um fator importante para determinação da qualidade de vida em idosos. No processo de envelhecimento existe uma lenta e significante redução na massa muscular e na habilidade de realização de certas atividades físicas. Além disso, estudos indicam que a prática de exercícios físicos algumas vezes pode ser capaz de gerar estresse oxidativo e, concomitantemente, alterações no sistema de defesa enzimático e no perfil lipídico. Entretanto, o exercício físico, de forma geral, tem melhorado o desempenho muscular em idosos.

O exercício físico com intensidade moderada, por exemplo, quando comparado ao repouso, aumenta em cerca de 5 a 10 vezes a oxidação de ácidos graxos (AG), devido à alta demanda energética dos músculos ativos e a disponibilidade dos AG provenientes da lipólise do tecido adiposo. Nesta condição, há um aumento de 2 a 3 vezes da lipólise medida pela estimulação β-adrenérgica. Além disso, o exercício de intensidade moderada dobra o fluxo sangüíneo no tecido adiposo e causa um aumento deste no músculo esquelético.

Estudos em animais demonstram que o exercício causa redução nas lesões da aorta, acompanhado de redução nos níveis de colesterol e que um treinamento físico de baixa intensidade, como por exemplo, 20 minutos de natação durante quatro semanas, causa alterações no metabolismo lipídico.

About these ads

Marcado:,

§ 8 Respostas para Os lipídios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Os lipídios no da idade.

meta

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: